176 anos de Filarmónica Frazoeirense ao serviço da Cultura, da Música e da Solidariedade

A Associação Recreativa e Filarmónica Frazoeirense foi fundada em 8 de setembro de 1841

0 51

A Associação Recreativa Filarmónica Frazoeirense assinalou na passada sexta-feira, 8 de setembro, 176 anos dedicados à cultura.

Da história da Filarmónica destaca-se a presença de Alfredo Keil na sede da banda para escutar a sua marcha “A Portuguesa”, onde foi tocada pela primeira vez.

São 176 anos cheios de história e de estórias que podem ser relembrados no livro editado pela coletividade.

Assim, nos próximos dias 7 e 8 de outubro, a Filarmónica realizará a sua festa de aniversário, convidando a população a estar presente.

A Associação Recreativa e Filarmónica Frazoeirense, foi fundada em 8 de setembro de 1841, no lugar da Frazoeira, pelo Comendador Higino Otto de Queiroz e Mello na casa pertencente ao Solar dos Senhores do Vinculo da Frazoeira (data de 1766), propriedade deste ilustre cidadão que se encontra logo à entrada do lugar, razoavelmente conservada.

No início da existência desta coletividade e devido à falta de sede própria história, a Associação Recreativa e Filarmónica Frazoeirense passou por vários edifícios provisórios na localidade, o que originou o extravio de documentação.

livro “Vidas pela Música”Na altura do lançamento do primeiro livro “Vidas pela Música”, a Filarmónica fez vários apelos para que lhes chegassem documentos que os ajudassem a escrever a história o mais real e precisa possível, mas tal não aconteceu.

No entanto, a documentação história do arquivo da coletividade, com o registo dos testemunhos dos músicos, diretores e amigos da Associação possibilitaram com os conhecimentos da Drª Teresa Mendes, a realização deste livro que pode ser adquirido na sede da banda e noutros pontos de venda.

Neste ano que comemora os 176 anos de vida, são de realçar algumas datas que são de facto históricas e que ajudam a compreender o percurso rico e autêntico que a todos orgulha defender.

Assim a 05 de setembro de 1862, 21 anos depois da Filarmónica Frazoeirense ter sido fundada, a mesma participou nas festas da Srª da Guia do Avelar, segundo notícia do Jornal O Alvaiazerense.

Em 1891, Alfredo Keil, ao passar férias na pensão da D. Aninhas nas Besteiras, dirigiu-se à Filarmónica para ouvir a música da sua autoria e com letra de Henrique Lopes de Mendonça, de seu título “A Portuguesa”, que em 1910 foi adotada como Hino Nacional.

Outra data que é oficial são os Estatutos da Filarmónica Carrilense, que ao ir para o Carril, terá mudado de nome, estatutos esses com data de 1909.

Em 1 de abril de 1943, muda-se para outra sede provisória pertencente à quinta e Solar da família Granado Cotrim Carvalho e Vasconcelos (mais conhecida casa Visconde de Tinalhas data 1748).

A Filarmónica voltou para a sua origem, cujo nome voltou a ser alterado por Assembleia Geral em 13 de abril de 1958, passando a denominar-se Associação Recreativa Filarmónica Frazoeirense.

O grande mentor de tudo, o Dr. José Real e sua família, a quem muito a música e a cultura devem pela dedicação na construção da sede e dinamização cultural em várias vertentes.

Até à presente data, muitas têm sido as iniciativas de âmbito cultural e social, sendo de realçar mais datas, que foram um marco importante para muitos: a primeira televisão do concelho na casa da música em 1958; a sopa para os pobres inaugurada no dia 1 de novembro de 1958 e que se manteve até 1971, altura da reabertura da Casa do Povo da Frazoeira e que veio atribuir as reformas rurais passando as pessoas a ter um meio de sobrevivência; o primeiro Rancho Folclórico “Os Atrividinhos da Frazoeira” em 1956; depois da visita da imagem peregrina de Fátima, na mesma data, a criação do Grupo de Teatro com o nome de Resitas.

Nas últimas 4 décadas a Filarmónica Frazoeirense foi pioneira em relevantes atividades: O lançamento do 1º CD; O restauro e ampliação da sua sede completamente renovada; Em 19 de junho de 2011, registou a sua a participação na cerimónia das comemorações dos 90 anos do Hino Nacional na Assembleia da Republica, facto reconhecido por ter sido esta Filarmónica a primeira a ensaiar “A Portuguesa”; Comemoração dos 100 anos da Republica em que teve um papel de destaque pela sua ligação à “A Portuguesa” e a participação nas comemorações dos 20 anos de serviço dos aviões F16 em Portugal na Base Aérea 5 de Monte Real.

Não havendo de facto documentos oficias para todos os grandes acontecimentos, há versões antigas que a Filarmónica foi guardando, mas, o que mais interessa é manter toda esta riqueza que vem de há 176 anos e que tudo irão faZer para a transmitir aos mais novos

Nos dias 7 e 8 de outubro de 2017 vai decorrer a festa de celebração, ficam toda a população convidada a associar-se a mais uma manifestação cultural pela passagem de mais um aniversário.

Quer receber as nossas notícias no seu email?
Assine para receber as últimas notícias publicadas na OvoTV
Pode cancelar os emails a qualquer momento
Pode Ser do seu interesse

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

x

Usamos cookies para oferecer a melhor experiência on-line. Ao aceitar, concorda com o uso de cookies de acordo com nossa Política de Cookies.