Governo confirma aumento do salário mínimo nacional para 580 euros

Meta de 600 euros só no final da legislatura, promete Executivo

0 8

A proposta do governo para levar à concertação social sobre o aumento do salário mínimo (SMN) é de 580 euros já em 2018.

A garantia foi dada pelo ministro Vieira da Silva e lembra que foi este o valor que está previsto no Programa do governo.

A meta de 600 euros só será alcançada no final da legislatura.

“O governo vai cumprir o que está no programa do governo que é apresentar à concertação social um valor para o salário mínimo para 2018, valor esse que se enquadra no objectivo de atingir no final da legislatura 600 euros”, afirmou, no final da reunião de Conselho de Ministros.

O SMN está fixado atualmente nos 557 euros depois de duas subidas consecutivas – em janeiro de 2016 e em janeiro deste ano – cumprindo desta forma o que está previsto no programa socialista: 530 euros em 2016, 557 euros em 2017, 580 euros em 2018 e 600 euros em 2019.

Recorde-se que, na semana passada, em Guimarães, o secretário-geral do PCP reafirmou que existem “razões de preocupação” porque, disse, “em matérias várias não há resposta a legítimas expectativas dos trabalhadores”.

E entre as medidas elencadas referiu-se ao aumento do salário mínimo: “Lá nos encontrarão determinados a tudo fazer pelo aumento geral dos salários, nomeadamente pelo aumento extraordinário do salário mínimo nacional para 600 euros, em janeiro de 2018 de modo a contribuir para a melhoria das condições de vida e o estímulo ao desenvolvimento económico”, afirmou.

A verdade é que esta reinividação não é nova, no entanto, o PS tem optado por negociar um aumento progressivo ao longo da legislatura com o Bloco de Esquerda.

Quer receber as nossas notícias no seu email?
Assine para receber as últimas notícias publicadas na OvoTV
Pode cancelar os emails a qualquer momento
Pode Ser do seu interesse

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

x

Usamos cookies para oferecer a melhor experiência on-line. Ao aceitar, concorda com o uso de cookies de acordo com nossa Política de Cookies.