3ª Festa do Ovo na Casa do Povo de Ferreira do Zêzere
in

3ª Festa do Ovo na Casa do Povo de Ferreira do Zêzere

Música, Fado, Tradição, Workshop e Jogos Tradicionais animam festa

O recinto da Casa do Povo de Ferreira do Zêzere recebe, de 6 a 8 de julho, a 3ª Festa do Ovo, dedicada ao símbolo do Concelho de Ferreira do Zêzere e que nesta edição vai ter muitas surpresas.

No dia 6, sexta-feira, começa pelas 20h, com a abertura com a atuação dos Bombos da Casa do Povo e a noite “Danesti” vai prolongar-se com o grupo Manuel Bráz.

No sábado, a abertura ocorre pelas 12h, com a abertura da festa, da exposição de artesanato e antiguidades e o Workshop Culinário D’Ovo.

A tarde será animada por Ricardo Peres, com comédia e malabarismo radical “Vai tudo à Machadada” e a noite “Zêzerovo” vai estar a cargo do grupo Inovação.

No dia 8, domingo, a abertura decorre também pelas 12h, com a animação dos Amigos da Adega, seguindo-se uma Corrida d’Ovo e a animação pelas Concertinas da Casa do Povo.

A noite “UniOvo” será animada pela atuação do Grupo de Canto Coral Infantil Filii Cantorum, do Canto Coral de Adultos Alfredo Keil e a da Lua Singular Associação Cultural com a peça de teatro “O Patinho Feio” e fados na tenda, a carga da Escola de Fados Casa do Povo.

Durante toda a Festa do Ovo vão estar presentes os Passarinhos de Portugal, o tradicional Apito d’ Água, um instrumento musical em barro, feito em roda de oleiro e cujo objetivo passa por encher o produto com água e soprar, imitando assim o som de um pássaro.

Produto artesanal em barro, original de Barcelos, Tráz os Montes, Beiras e Alentejo, zonas onde o barro era por excelência muito trabalhado em olaria.

Feita em roda de oleiro, e moldado a mão, é cozido ao sol, e posteriormente em mufla. Pode ser pintado a mão, tradicionalmente com cores garridas, com tinta acrílica, ou vidrado voltando à mufla para ser cozida a pintura.

Ao introduzir água, o ar soprado para o seu interior faz agitar a água, alterando o som do apito e transformando-o num som musical. Antigamente, este produto era utilizado nas festas Celtas como acompanhamento musical. Posteriormente foi usado nos países Ibéricos com a mesma finalidade.

Durante séculos os oleiros usavam os passarinhos como chamariz para as suas lojas, uma vez que as crianças adoravam levar o apito de água para tocarem como brinquedo.

Foi também utilizado como chamariz para a caça, mas a finalidade deste produto era ser utilizado como instrumento musical para acompanhamento nos ranchos folclóricos.

No final do século XX em Portugal, com o desuso do barro, e a introdução da industria moderna e do plástico, a olaria desapareceu e juntamente com ela o apito de água.

O instrumento musical foi recuperado, e deu-lhe uma nova roupagem, a dos Passarinhos d’Água. Baseado na sua finalidade é utilizado como acompanhamento musical em vários tipos de musica.

3ª Festa do Ovo na Casa do Povo de Ferreira do Zêzere

Pretende divulgar um evento da sua localidade ou associação?

Na OvoTV pode fazê-lo GRATUITAMENTE, não tendo de pagar para divulgarmos o seu evento, desde que o mesmo decorra no concelho de Ferreira do Zêzere.

Para enviar informação sobre o evento, por favor, contacte-nos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Recuperado camião furtado em Areias com 25.000 litros de óleo

Recuperado camião furtado em Areias com 25.000 litros de óleo

Troféu Nacional Perícia Automóvel junto ao Mercado Municipal

Troféu Nacional Perícia Automóvel junto ao Mercado Municipal