in , , , ,

Caminhos de Água em Ferreira do Zêzere (c/ vídeo)

Lago Azul, Dornes e Avecasta serão palcos dos Caminhos de Água

O projeto Caminhos, criado este ano pela Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo, vai iniciar a segunda etapa da sua intervenção nesta região do centro do país, ligando os traços presentes na cultura, nas gentes e no património de cada um dos seus 13 concelhos.

Abrantes, Alcanena, Constância, Entroncamento, Ferreira do Zêzere, Mação, Ourém, Sardoal, Sertã, Tomar, Torres Novas, Vila de Rei e Vila Nova da Barquinha, treze concelhos com lugares mágicos que irão servir de palco aos artistas convidados nos Caminhos da Água: da Gruta de Avecasta, em Ferreira do Zêzere, às praias fluviais de Carvoeiro e Ortiga, em Mação, ao centro geodésico de Portugal, em Vila de Rei, além dos largos e praças das cidades, onde se viverão momentos únicos, entre os dias 12 e 16 de julho.

A primeira etapa destes “Caminhos” percorreu-se no Médio Tejo entre 11 e 16 de abril e foram milhares as pessoas que obtiveram o carimbo dos Caminhos do Ferro no seu passaporte de caminhantes culturais.

Os Caminhos do Ferro realizaram-se em concelhos com infraestruturas ferroviárias e os Caminhos da Água serão percorridos nos que convivem diariamente com os rios Zêzere e Tejo (Abrantes, Alcanena, Mação, Constância, Ferreira do Zêzere, Sertã e Vila de Rei.).

Em outubro, o projeto termina a sua programação anual com os Caminhos da Pedra, associados às estradas que ligam a região.

12 de julho às 16h00 – Drama & Beiço – Concerto – Praia Fluvial do Lago Azul

A tendência de lançar a Com(fusão) pelo caminho é mais forte do que eles e assumiram este modo de vida no nome do primeiro álbum de originais lançado em 2017.

Caminhos de Água em Ferreira do Zêzere

As viagens, a maioria com partida de Tomar, são feitas em grupo e não é preciso rádio porque os catorze elementos asseguram a fanfarra com sons que vão da world music ao cancioneiro popular português, passando pelo jazz, o rock, as congas cubanas e outros estilos musicais.

14 de julho às 20h – Birds Are Indie – Jantar Temático e Concerto – Dornes

A história é simples, tal como os sons desta banda pop. Simples, mas com essência. Algures, entre dias bons e maus, os caminhos de Joana Corker e Ricardo Jerónimo cruzaram-se e decidiram construir um novo, a dois.

Caminhos de Água em Ferreira do Zêzere

Mais à frente, passaram a ser embalados pelo ritmo do grupo que formaram em 2010 e de dois passaram a três com Henrique Toscano, que se juntou ao casal de Coimbra no troço que os levou a levantar voo e a conquistar os céus da música nacional.

15 de julho às 17h30 – Lavoisier – Concerto – Gruta de Avecasta

Não é só na Natureza que nada se perde, nada se cria, tudo se transforma. Também acontece na música quando a voz de Patrícia Relvas e a guitarra elétrica de Roberto Afonso moldam os sons tradicionais portugueses que descobriram através de Michel Giacometti e Fernando Lopes Graça.

Caminhos de Água em Ferreira do Zêzere

Na verdade, acabam por contrariar as palavras do químico francês a quem pediram o nome emprestado pois criam concertos únicos de forma natural.

16 de julho às 17h00 – Lama – Teatro de Rua – Praia Fluvial do Lago Azul

A passagem pela região surge no intervalo do Festival de Curtas de Teatro do Algarve que esta companhia de teatro desenvolve de dois em dois anos.

Desenvolve, literalmente, porque se assume enquanto Laboratório de Artes e Media do Algarve (LAMA) desde a fundação em 2010.

É da mistura de áreas artísticas que resultam os espetáculos multidisciplinares e o olhar pelo microscópio revela algumas experiências criadas em conjunto com os Artistas Unidos, o Teatro das Figuras ou a Culturgest.

Caminhos de Água em Ferreira do Zêzere

Espetáculo “Carripana”

O que levamos connosco em cada caminho transforma-se no nosso mundo. Neste espetáculo, o mundo é a ilusão teatral e cabe na caixa traseira da carrinha que transporta a francesa Citroën e o italiano Berlingo na busca pelo que os une.

É na dança que as personagens interpretadas por Manuela Pedroso e João de Brito se descobrem, entre as tropelias com que estes “saltindanços” partilham com quem se cruzam.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Já conhece o Ciclope, o sistema videovigilância florestal?

Carrinhos de Rolamentos: Grande Descida do Monteiro em Areias

Carrinhos de Rolamentos: Grande Descida do Monteiro em Areias