Campanha eleitoral em Ferreira do Zêzere vai custar mais de 76 mil euros
in

Surpresa

Campanha eleitoral em Ferreira do Zêzere pode custar mais de 76 mil euros

Independentes com orçamento mais elevado, enquanto Bloco de Esquerda tem o mais reduzido

Para a campanha eleitoral das Autárquicas 2017, os partidos políticos prevêem gastar mais de 76 mil euros só em Ferreira do Zêzere, com os independentes com um orçamento de 30 mil euros, enquanto o Bloco de Esquerdo se situa abaixo dos 3 mil euros.

De acordo com os orçamentos entregues pelos partidos e coligações eleitorais e disponibilizados na página da Internet da Entidade das Contas e Financiamento dos Partidos, o total de orçamentos para a campanha eleitoral no concelho de Ferreira do Zêzere soma 76.551 euros.

Com orçamento mais elevado entre os partidos, o Partido Socialista apresenta um orçamento de 23.941 euros, obtidos por subvenção estatal e sem apoio do partido ou da angariação de fundos ou donativos e prevê despesas no mesmo valor, sendo que a conceção da campanha, agências de comunicação e estudos de mercado vai ter uma despesa prevista de 7.768,25 euros, a propaganda, comunicação impressa e digital terá uma despesa prevista de 5.100 euros, as estruturas, cartazes e telas uma despesa prevista de 5.872,75 euros, os comícios e espetáculos uma despesa prevista de 2.100 euros, os brindes e outras ofertas chegarão aos 1.250 euros e os custos administrativos e operacionais aos 1.400 euros.

O Partido Social Democrata apresenta o segundo orçamento mais elevado entre os partidos, de 8.101,80 euros, obtidos igualmente por subvenção estatal e sem apoio do partido ou da angariação de fundos ou donativos e prevê despesas no mesmo valor, sendo que a conceção da campanha, agências de comunicação e estudos de mercado terá uma despesa prevista de 342,90 euros, a propaganda, comunicação impressa e digital uma valor de 3.095,30 euros, as estruturas, cartazes e telas um valor de 2.025,45 euros, os comícios e espectáculos um valor de 687,78 euros, os brindes e outras ofertas um valor de 1.896,24 euros, os custos administrativos e operacionais um valor de 51,85 euros e outras despesas situam-se nos 2,28 euros.

A Coligação CDS / Nós Cidadãos apresenta um orçamento de 8.000 euros, obtidos por contribuição dos partidos políticos, sem qualquer subvenção estatal ou da angariação de fundos ou donativos e prevê despesas no mesmo valor, sendo que a conceção da campanha, agências de comunicação e estudos de mercado terá uma despesa prevista de 800 euros, a propaganda, comunicação impressa e digital uma despesa prevista de 2.000 euros, as estruturas, cartazes e telas uma despesa prevista de 2.000 euros, os comícios e espetáculos uma despesa prevista de 1.200 euros, os brindes e outras ofertas uma despesa prevista de 1.200 euros e os custos administrativos e operacionais uma despesa prevista de 800 euros.

A Coligação Democrática Unitária apresenta um orçamento de 4.000 euros, dos quais 3.800 obtidos por contribuição do partido político e 200 euros através da angariação de fundos ou donativos, sem receber qualquer subvenção estatal e prevê despesas do mesmo valor, sendo que a propaganda, comunicação impressa e digital uma despesa prevista de 1.300 euros, as estruturas, cartazes e telas uma despesa prevista de 800 euros, os comícios e espetáculos uma despesa prevista de 400 euros, os brindes e outras ofertas uma despesa prevista de 250 euros, os custos administrativos e operacionais uma despesa prevista de 1.100 euros, tendo previstos outros custos no valor de 150 euros.

O Bloco de Esquerda apresenta um orçamento de 2.958,27 euros, dos quais 2.845,23 obtidos por contribuição do partido político e 62,84 euros através da angariação de fundos ou donativos, sem receber qualquer subvenção estatal e prevê despesas (locais e centrais imputadas) do mesmo valor, sendo que a propaganda, comunicação impressa e digital uma despesa prevista de 749,13 euros, as estruturas, cartazes e telas uma despesa prevista de 574,61 euros, os comícios e espetáculos uma despesa prevista de 705,65 euros e os custos administrativos e operacionais uma despesa prevista de 928,89 euros.

Por sua vez, o Movimento de Cidadãos Independentes + Ferreira do Zêzere apresenta um orçamento de 30.000 euros, sendo obtidos 15.000 euros por subvenção estatal e os outros 15.000 através da angariação de fundos ou donativos e prevê despesas no mesmo valor, sendo que a conceção da campanha, agências de comunicação e estudos de mercado vai ter uma despesa prevista de 7.500 euros, a propaganda, comunicação impressa e digital terá uma despesa prevista de 6.500 euros, as estruturas, cartazes e telas uma despesa prevista de 6.000 euros, os comícios e espetáculos uma despesa prevista de 3.500 euros, os brindes e outras ofertas chegarão aos 6.000 euros e as outras despesas aos 500 euros.

De recordar que para a campanha eleitoral das Autárquicas 2013, o Partido Socialista apresentou um orçamento de 24.964,69 euros, o Partido Social Democrata um orçamento de 8.101,80 euros, o CDS um orçamento de 271 euros, o Bloco de Esquerda um orçamento de 2.256,57 euros e a Coligação Democrática Unitária um orçamento de 5.000 euros.

Imagem em destaque: Foto ilustrativa sem qualquer afiliação política ou partidária

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Medicamentos gratuitos para população carenciada

Medicamentos gratuitos para população carenciada

Rastreio do Cancro da Mama em Ferreira do Zêzere

Rastreio do Cancro da Mama em Ferreira do Zêzere