CHMT reforça quadro de recursos humanos com novos profissionais de saúde

Tutela autorizou a contratação de 46 novos profissionais de saúde

0 59

O Centro Hospitalar do Médio Tejo viu autorizados pela Tutela a contratação de 46 novos profissionais de saúde. Destes 46 novos profissionais estão já em funções 19 Enfermeiros e 16 Assistentes Operacionais, que foram acolhidos no passado dia 6 de julho, tendo entrado no ativo na segunda-feira, dia 9 de julho.

Durante esta semana serão ainda desenvolvidos os procedimentos de contratação de cinco Assistentes Técnicos, dois Técnicos de Diagnóstico e Terapêutica em Radiologia, três Técnicos de Diagnóstico e Terapêutica em Patologia e um Técnico de Diagnóstico e Terapêutica em Farmácia.

Esta é a primeira fase de adaptação e ajuste face à passagem das 40 horas para as 35 horas, em vigor desde o dia 1 de julho.

A segunda fase, que se prevê concluída em Agosto, passará pela autorização de contratações para as substituições por motivos de baixa prolongada.

A terceira fase será concretizada com a autorização de novas contratações que deverão ocorrer nos meses de setembro e outubro.

Este reforço de recursos humanos, que decorrerá nestas três fases permitirá, segundo o presidente do Conselho de Administração, Carlos Andrade Costa, “atingirem-se as condições para estabilizar o processo da passagem para as 35 horas”, garantindo “estarem cumpridas as dotações exigidas para a prestação de cuidados de saúde a todos os cidadãos da área de influência do Médio Tejo desde logo no que se refere às dotações do Serviço de Urgência”.

O CHMT com um total de mais de 700 Enfermeiros, e face às recentes declarações vindas a público, Carlos Andrade Costa valoriza “o empenho e a dedicação de todos os profissionais de Centro Hospitalar do Médio Tejo”, reforçando a mensagem de “continuar a aposta na robustez de todos serviços do CHMT” e no “fortalecimento da Instituição”.

Carlos Andrade Costa garante igualmente que “não foi encerrado nenhum serviço do CHMT”, em consequência do ajustamento que está a ser implementado.

O presidente do Conselho de Administração do CHMT reconhece que “estas novas 46 contratações, autorizadas pela Tutela, representam uma mais-valia para a Região, na medida em que na sua maior parte são jovens, uns que vão estabelecer-se na região, outros que regressam às suas origens ou, que encontram no CHMT condições para desenvolverem a sua vida profissional em vez de rumarem a outras regiões. Este jovens profissionais contribuirão, igualmente, para o desenvolvimento demográfico, económico e social de toda a Região do Médio Tejo”.

Quer receber as nossas notícias no seu email?
Assine para receber as últimas notícias publicadas na OvoTV
Pode cancelar os emails a qualquer momento
Pode Ser do seu interesse

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.