Ferreira do Zêzere continua na lista dos concelhos afetados pelo Epitrix

O controlo desta praga baseia-se principalmente numa estratégia preventiva

0 72

A DGAV – Direcção-Geral de Alimentação e Veterinária atualizou recentemente a lista sobre os concelhos afetados pelo Epitrix na cultura da batateira, sendo que o concelho de Ferreira do Zêzere é um dos concelhos referenciados na mesma.

Segundo o folheto disponibilizado pela DGAV, o controlo desta praga baseia-se principalmente numa estratégia preventiva cujo objectivo é o de impedir o repouso de adultos hibernantes durante o inverno, reduzindo a população de um ano para outro.

Assim, como medidas preventivas destaca a limpeza dos campos, destruição dos restos de cultura, eliminação das zorras e infestantes (potenciais abrigos de hibernação) e a rotação com culturas não solanáceas.

Para prevenir a dispersão da praga e caso a batata não seja para expedir para fora da zona demarcada, recomenda-se que na colheita e na comercialização sejam minimizadas as quantidades de terra aderente.

Tratamentos químicos para o Epitrix

Acrescenta o folheto que a vigilância, principalmente na emergência das folhas, permite a detecção precoce da praga e/ou de sintomas, sendo essencial para seu controlo eficaz.

O tratamento de primavera para combater os adultos hibernantes de inverno que iniciam a sua actividade evitará as posturas e desenvolvimento de larvas causadoras dos estragos nos tubérculos bem como permitirá reduzir os níveis populacionais nas gerações seguintes.

Existem diversos produtos fitofarmacêuticos autorizados pela Direcção-Geral de Alimentação e Veterinária para controlo de Epitrix.

Danos provocados por Epitrix em folhas e tubérculos

A praga

O insecto passa pelos seguintes estados de desenvolvimento: ovo; larva; pupa; e adulto.

Os ovos são claros, minúsculos e alongados. As larvas são esbranquiçadas, filliformes podendo atingir 5 mm no final do desenvolvimento.

As pupas são brancas e de difícil detecção dada a sua dimensão e localização no solo. Os adultos são negros, forma oval ou alongada, medindo cerca de 2mm.

A dispersão e concelhos afetados

Na sequência da detecção de duas espécies de Epitrix na cultura da batateira em Portugal e Espanha, foram anteriormente aprovadas medidas de emergência para o seu controlo, no sentido de impedir a sua dispersão.

Desde então, a Direcção-Geral de Alimentação e Veterinária tem procedido a algumas actualizações ao folheto informativo, sendo que a mais recente diz respeito às zonas demarcadas.

Sempre que a presença do insecto é detectada numa determinada zona, é estabelecida uma zona demarcada constituída pela zona infestada e uma zona tampão circundante.

Assim, confira a mais recente actualização dos concelhos afetados pelo Epitrix:

NORTE – Amares, Amarante, Arcos de Valdevez, Arouca, Baião, Barcelos, Braga, Cabeceiras de Basto, Caminha, Castelo de Paiva, Celorico de Basto, Cinfães, Espinho, Esposende, Fafe, Feira, Felgueiras, Gondomar, Guimarães, Lousada, Lamego, Maia, Marco de Canaveses, Matosinhos, Melgaço, Monção, Mondim de Basto, Oliveira de Azeméis, Paços de Ferreira, Paredes, Paredes de Coura, Penafiel, Ponte da Barca, Ponte do Lima, Porto, Póvoa de Lanhoso, Póvoa de Varzim, Resende, Trofa, São João da Madeira, Ribeira de Pena, Santo Tirso, Terras do Bouro, Valença, Valongo, Viana do Castelo, Vale de Cambra, Vieira do Minho, Vila do Conde, Vila Nova de Cerveira, Vila Nova de Famalicão, Vila Nova de Gaia, Vila Verde.

CENTRO – Águeda, Aguiar da Beira, Albergaria-a-Velha, Alvaiázere, Anadia, Ansião, Arganil, Aveiro, Batalha, Cantanhede, Carregal do Sal, Castanheira de Pêra, Castro D’Aire, Coimbra, Condeixa-a- Nova, Estarreja, Figueira da Foz, Figueiró dos Vinhos, Góis, Ílhavo, Leiria, Lousã, Mangualde, Marinha Grande, Mealhada, Mira, Miranda do Corvo, Montemor-o-Velho, Mortágua, Murtosa, Nelas, Oliveira de Frade, Oliveira do Bairro, Oliveira do Hospital, Ovar, Pampilhosa da Serra, Pedrógão Grande, Penacova, Penalva do Castelo, Penela, Pombal, Porto de Mós, Santa Comba Dão, São Pedro do Sul, Sátão, Sever do Vouga, Tábua, Tondela, Vagos, Vila Nova de Paiva, Vila Nova de Poiares, Viseu, Vouzela.

LISBOA E VALE DO TEJO – Abrantes, Alcanena, Alcobaça, Alcochete, Alenquer, Almada, Almeirim, Alpiarça, Amadora, Arruda dos Vinhos, Azambuja, Barreiro, Benavente, Bombarral, Cadaval, Caldas da Rainha, Cartaxo, Cascais, Chamusca, Constância, Coruche, Entroncamento, Ferreira do Zêzere, Golegã, Lisboa, Loures, Lourinhã, Mação, Mafra, Moita, Montijo, Nazaré, Óbidos, Odivelas, Oeiras, Ourém, Palmela, Peniche, Rio Maior, Salvaterra de Magos, Santarém, Sardoal, Seixal, Sesimbra, Setúbal, Sintra, Sobral de Monte Agraço, Tomar, Torres Novas, Torres Vedras, Vila Franca de Xira, Vila Nova da Barquinha.

ALENTEJO – Alcácer do Sal

ALGARVE – Parte da União das freguesias de Alcoutim e Pereiro (Alcoutim)

AÇORES – todos os concelhos

MADEIRA – Santa Cruz, Santana

Quer receber as nossas notícias no seu email?
Assine para receber as últimas notícias publicadas na OvoTV
Pode cancelar os emails a qualquer momento
Pode Ser do seu interesse

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.