Greve de Professores deverá afetar distrito de Santarém esta terça-feira

Não houve avanço nas negociações e Educadores de Infância podem também aderir à greve

0 48

Os professores vão mesmo avançar com quatro dias de greve depois de sindicatos e governo não terem conseguido chegar a acordo, no entanto, a greve está dividida por regiões, devendo afetar todo o distrito de Santarém apenas esta terça-feira.

A reunião que começou esta segunda-feira às 17h00 e terminou duas horas depois, sem qualquer avanço nas negociações.

Mário Nogueira, líder da Fenprof alertou que “amanhã [terça-feira] há greve. Se no início desta reunião eu achava que era preciso uma grande greve, no final sei que é preciso uma extraordinária greve.”

A proposta do governo relativa à contagem do tempo de carreira congelado — umas das principais matérias que separava tutela e sindicatos — manteve-se inalterada e será agora enviada por escrito para as estruturas sindicais.

“Não foi acrescentado um dia sequer” à proposta anterior que já era considerada inaceitável pelos professores, explicou o líder da Fenprof.

Para já, Mário Nogueira não põe de parte a hipótese de novas formas de luta. “A seguir a esta greve, no terceiro período, é possível que os professores vão fazer uma grande, enorme manifestação na rua”, disse, argumentando não perceber sequer o propósito da reunião que terminou às sete da tarde.

“Há necessidade de continuar a discutir outras matérias e não foi previsto nada. Foi zero porque não há nada abaixo de zero.”

Foi também com pessimismo que o líder da FNE — Federação Nacional de Professores viu o resultado da reunião, pois “da parte do Ministério da Educação hoje houve conclusão do processo da procura de convergência”, afirmou João Dias da Silva.

Passaram com um rolo compressor por cima da carreira dos professores. Agora em vez de congelada, a carreira foi comprimida.

A FNE avançará também amanhã para a greve assim como as restantes estruturas presentes no encontro. “A greve mantém-se. Não prescindimos de um dia que seja do tempo de carreira que esteve congelado. Os professores estiveram nas escolas e esse tempo não pode ser comprimido.”

Para já, João Dias da Silva diz que há outras matérias que urge discutir mas deixa o aviso: “Se houver intransigência, os professores saberão responder.”

O governo foi representado na reunião por Alexandra Leitão, secretária de Estado Adjunta e da Educação, e Fátima Fonseca, secretária de Estado da Administração Pública, que não falaram aos jornalistas no final do encontro, remetendo para um comunicado conjunto a ser remetido mais tarde para as redacções.

Quatro dias de greve

A greve nacional foi convocada para um período de quatro dias e organizada de forma a que diferentes zonas do país parem em diferentes dias. No entanto, nada impede que os professores do ensino básico e do secundário e os educadores de infância façam greve durante os quatro dias.

Assim, na terça-feira a paralisação irá afectar Lisboa, Santarém, Setúbal e Açores. No dia seguinte, a greve chega ao Alentejo e Algarve. Segue-se a zona centro e, por fim, na sexta-feira, o protesto será no Porto e em toda a região norte do país, bem como à Madeira.

O calendário das greves

Com os professores a agendar greves regionais para os próximos quatro dias, médicos e enfermeiros irão seguir as mesmas pegadas nas semanas seguintes.

A 16 de março vai decorrer a Manifestação da Função Pública, com a Frente Comum (da CGTP) a promover esta sexta-feira uma manifestação de sindicatos da Função Pública por “aumentos de salários” e “carreiras dignas”.

Nos dias 22 e 23 de março, os grevistas serão os enfermeiros, pela correcta contabilização dos pontos no descongelamento de carreiras, a revisão da carreira e a contratação de mais profissionais são os motivos da greve dos enfermeiros.

Em abril, nos dias 10, 11 e 12, serão os médicos, pela revisão da carreira e das grelhas salariais, sendo esta uma das principais reivindicações.

Quer receber as nossas notícias no seu email?
Assine para receber as últimas notícias publicadas na OvoTV
Pode cancelar os emails a qualquer momento
Pode Ser do seu interesse

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.