Proteção Civil recomenda medidas de proteção para novo ano hidrológico

0
31
Proteção Civil recomenda medidas de proteção para novo ano hidrológico

O Serviço Municipal de Proteção Civil de Ferreira do Zêzere recomendou recentemente e dado o mês de outubro ser habitualmente a altura do ano em que as reservas hídricas atingem o seu mínimo e em que o período mais chuvoso se inicia, representando o começo de um novo ano hidrológico, a tomada de algumas medidas de precaução relativamente a:

  • Inundações em zonas urbanas, causadas por acumulação de águas pluviais;
  • Cheias motivadas pelo transbordo do leito de alguns ribeiros, em especial nas áreas ardidas;
  • Queda de taludes ou deslizamentos motivados pela perda de consistência do solo.

Estes cenários podem ser prevenidos se, atempadamente, forem tomadas medidas que anulem ou minimizem os seus efeitos.

Inundações em zonas urbanas, causadas por acumulação de águas pluviais por obstrução dos sistemas de escoamento, devido ao arrastamento de resíduos sólidos até locais inadequados (sarjetas, sumidouros, valetas), podendo provocar cortes de vias de comunicação ou mesmo inundações nos pisos mais baixos de edifícios.

Cheias, potenciadas pelo transbordo do leito de alguns cursos de água, rios e ribeiras, potenciadas pelo abandono dos resíduos das atividades agrícola, florestal e extração de inertes, junto às vias de comunicação e dentro das linhas de água.

Instabilização de vertentes, conduzindo a movimentos de massa (deslizamentos, derrocadas e outros) motivados pela infiltração da água, podendo ser potenciados pela remoção do coberto vegetal na sequência de incêndios rurais, ou por artificialização do solo, com a possibilidade de provocar/aumentar a instabilidade de solos e rochas e taludes, com potenciais acidentes associados a este eventos.

Arrastamento para as vias rodoviárias de objetos soltos, ou ao desprendimento de estruturas móveis ou deficientemente fixadas, por efeito de episódios de vento forte, que podem causar acidentes com veículos em circulação ou transeuntes na via pública.

Proteção Civil recomenda medidas de proteção para novo ano hidrológico
Limpeza de algerozes e caleiras é uma das recomendações

O Serviço Municipal de Proteção Civil recomenda à população em geral a tomada das necessárias medidas preventivas, nomeadamente:

  • Cada cidadão deve tomar uma atitude pró-ativa, assegurando a desobstrução dos sistemas de escoamento de águas pluviais dos quintais, varandas, caves e garagens e a limpeza de sarjetas, algerozes e caleiras dos telhados de habitações, bem como verificar os sistemas de bombagem existentes;
  • Desobstruir as linhas de água principalmente junto a pontes, aquedutos e outros estrangulamentos do escoamento;
  • Repor coberturas de edifícios em obras;
  • Recolher ou triturar os resíduos resultantes do corte dos salvados das áreas ardidas localizadas nas margens das linhas de água e de atividades agrícolas e florestais existentes nas margens das linhas de água;
  • Regularização de eventuais situações de desmoronamentos das margens das linhas de água, de modo a evitar obstruções ou estrangulamentos;
  • Inspeção visual de diques, ou outros aterros longitudinais às linhas de água, destinados a resguardar os terrenos marginais;
  • Identificação de novos “pontos críticos” (aglomerados populacionais, edificações, vias de comunicação, pontes/pontões, etc.).

Em caso de necessidade, deve contactar os serviços de emergência, as forças de segurança ou a Proteção Civil Municipal, através dos seguintes números: 249 361 170 / 180 (Bombeiros Voluntários de Ferreira do Zêzere), 249 360 100 (GNR de Ferreira do Zêzere), 249 360 155 (Serviço Municipal de Proteção Civil) e 112 (Número Europeu de Emergência).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here