Hotel República, um investimento que quer melhorar a imagem de Tomar (c/ vídeo)

0
111
Hotel República, um investimento que quer melhorar a imagem de Tomar (c/ vídeo)
Crédito da Foto: António Freitas

Centena e meia de pessoas assistiram, no passado sábado, dia 21, na sala multiusos do Complexo da Levada, à apresentação do projeto Hotel República a construir em pleno centro histórico da cidade de Tomar.

Para além dos promotores, Laurence e António Borges, participaram nesta apresentação, Bruno Tavares, representante da empresa de estudos de mercado Steam, o aquitecto nabantino Lourenço Gomes e a Presidente da Câmara, Anabela Freitas.

O Hotel República será o primeiro hotel de 5 estrelas na cidade de Tomar, e segundo adiantou o investidor, a zona do bar do hotel, será decorada pela reconhecida artista Joana Vasconcelos.

Refira-se que, é um projeto de grande interesse para toda a Região Centro, principalmente para Tomar, cidade de Património Mundial, que passará a disponibilizar de uma oferta turística diferenciada, que não existe, atualmente, na região do Médio Tejo.

Este projeto prevê a criação de duas dezenas de postos de trabalho, sendo que em breve irá abrir as candidaturas aos mesmow no site do hotel e em meios de comunicação locais, vai recuperar um edifício de dimensão significativa que se encontra devoluto, há largos anos, em pleno coração desta cidade.

O investimento rondará os dois milhões de euros e os promotores esperam inaugurar esta importante unidade hoteleira na Primavera do ano que vem. O sonho é poder devolver à cidade este prédio, com uma nova imagem, que vai engrandecer a Praça da República.

António Borges, de 52 anos, economista e natural de Tomar, afirmou guardar muitas memórias da sua terra natal, sendo que foi a esposa que lhe disse que era “extraordinário” fazer um hotel na Praça da República, quando por ali passavam e após vários minutos a olharem para o edifício.

“Nunca pensei em investir aqui porque não gosto de ligar sentimentos ao negócio mas vai haver casamento”, referiu. “Viajamos muito, em Portugal e no estrangeiro, e ainda não encontrámos ninguém que não gostasses deste projeto e que não gostasse de Tomar”, disse.

Segundo Anabela Freitas, Presidente da Câmara de Tomar, a oferta turística hoteleira tem vindo a crescer em Tomar e de um modo não concorrencial.

Afirmou ainda que “na região do Médio Tejo, Tomar é o segundo concelho que tem maior oferta hoteleira. O que pretendemos são os turistas que fiquem pelo menos três noites e que Tomar seja a sua base, podendo a partir de Tomar visitar os pontos de interesse do Médio Tejo e na região”.

A autarca tomarense quer “ter um oferta hoteleira de qualidade, diferenciadora e que as pessoas fiquem por mais de uma noite”, sendo que este projeto – que tem vindo a ser trabalhado desde há um ano – pode vir a potenciar outros investimentos, sendo que este projeto pretende uma política Zero Kms, apoiando a economia local.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here